Pesquisa
Actualidade
Surpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandono
11:14 - 15-12-2019
 
Surpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandono
Surpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandonoSurpresa! GM EV1 100% eléctrico encontrado ao abandono

Sabe-se que estava "perdido" há três anos mas, pela camada de poeira e pelo estado dos pneus, ninguém se incomodou a retirá-lo do lugar onde estava estacionado desde a última vez que foi avistado.

A história revelada pelo portal The Drive conta-se rapidamente: há pouco mais de uma semana, Jacob Hoyle descobriu um General Motors EV1 100% eléctrico sem matrícula, abandonado num parque de estacionamento de Atlanta, nos Estados Unidos.

Face à sua raridade, publicou no Twitter três fotografias onde se pode apreciar a sujidade a cobrir o carro, os pneus vazios e gretados, e a bagageira arrombada.

Em 2016, um outro indivíduo publicou fotografias do mesmo carro, mas em muito melhor estado, embora já se notassem alguns sinais de abandono.

Qual é, então, a curiosidade des GM EV1? É, provavelmente, um dos carros mais raros fabricados nos últimos 25 anos.

Dos 1117 fabricados entre 1996 e 1999, restam apenas uma vintena de unidades. O seu valor? Uns simpáticos 450 mil euros desde que esteja em boas condições!

Projecto inovador com final infeliz

Para quem não se recorde, o GM EV1 foi um dos primeiros automóveis totalmente eléctricos da era moderna, concebido de raiz e fabricado em série entre 1996 e 1999.

Todavia, o carro nunca chegou a ser vendido; a multinacional norte-americana optou antes por criar um sistema de leasing, sem direito à sua posterior aquisição.

Inicialmente, a viatura foi "alugada" a residentes das cidades de Los Angeles, na Califórnia, e de Phoenix e Tucson, no Arizona, para mais tarde ser alargado a São Francisco e de Sacramento.

Os arrendatários, que pagavam entre 360 e 410 euros à época, iriam oficialmente avaliar o seu desempenho no "mundo real".

A experiência seria acompanhada por um estudo de mercado para analisar a viabilidade comercial de um veículo com aquelas características.

Em 2003, de forma abrupta, a General Motors decidiu recolher todos os EV1 e destruí-los, alegadamente por o projecto não ser rentável.

A indignação dos utilizadores foi enorme, e houve quem não os entregasse à multinacional; esses foram os únicos sobreviventes!

Um dos felizes proprietários é Francis Ford Coppola, realizador que conheceu a imortalidade à frente da trilogia O Padrinho e de Apocalypse Now.

Numa entrevista a Jay Leno, há cinco anos, afirmou que gostava tanto do carro que preferiu escondê-lo a entregá-lo à GM.

Desempenho muito positivo

Apesar da sua "antiguidade", o desempenho do GM EV1 não está assim tão afastado do que é oferecido por estes dias.

Inspirado no conceito "zero emissões" do protótipo GM Impact, criado em 1990, a viatura albergava 26 baterias de chumbo ácido com 500 quilos de peso.

A autonomia pouco ultrapassava os 160 quilómetros, alargando-se mais tarde a 225 quilómetros com a substituição por baterias NiMH.

Com um coeficiente aerodinâmico de 0,19 Cx – surpreendente ainda nos nossos dias –, um motor eléctrico assíncrono dava-lhe uma potência de 139 cv.

Passados 16 anos sobre a destruição do GM EV1, a General Motors abraçou em definitivo a automobilidade eléctrica, à semelhança de todos os construtores automóveis,.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
comentário mais votado
João Saraiva Valente   20:28 - 15-12-2019
who killed the electric car é um documentário que retrata a vida deste automóvel, foi abandonado em prol do Humvee.
Gungunhana GUNGUNHANA   07:31 - 16-12-2019
VOTAR
Acabaram-se-lhe as PILHAS !
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
João Saraiva Valente   20:28 - 15-12-2019
VOTAR
who killed the electric car é um documentário que retrata a vida deste automóvel, foi abandonado em prol do Humvee.
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
José Barreira   12:51 - 15-12-2019
VOTAR
As grandes empresas têm dificuldade em inovar, a hierarquia rígida mata a criatividade.
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.