Pesquisa
Actualidade

Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!

13:30 - 22-11-2019
 
Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!
Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!
Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!

É daqueles feitos que até agora nenhuma equipa de competição automóvel até agora se tinha lembrado. Trocar quatro pneus de um Fórmula 1 em gravidade zero!

Pois a Aston Martin Red Bull Racing meteu mãos à obra para concretizar esse feito pela primeira vez na história, em colaboração com a agência espacial russa Roscosmos.

Red Bull Racing faz história: primeiro 'pit stop' em gravidade zero!

O desafio foi enorme mas nada que impressionasse os homens do pit stop. Afinal, a equipa já tem no currículo três recordes esta época na competição rainha do mundo automóvel.

O último aconteceu no último domingo, no Grande Prémio do Brasil, ao registar 1,82 segundos na troca de um jogo completo de pneus, suplantando os 1,88 segundos que já tinha conseguido na Alemanha.

A operação aconteceu a bordo do Ilyushin Il-76 MDK, um avião especialmente concebido para treinar os cosmonautas russos.

Claro que os 16 mecânicos da Aston Martin Red Bull Racing ( e a equipa de dez elementos que iria filmar a proeza) tiveram primeiro uma semana de formação no Centro Yuri Gagarin, em Star City, a poucos quilómetros de Moscovo.

Aliás, Cidade das Estrelas é um nome mais do que apropriado para o local onde está situado o centro de treinos dos cosmonautas russos.

Só depois é que agarraram no RB1 de 2005, com cerca de 400 quilos, para o acomodar no interior da aeronave e esperar que ela subisse até aos 33 mil pés de altura, correspondente a pouco mais de 10 mil metros de altitude.

As sucessivas tentativas aconteceram numa "janela" de oportunidade de apenas 15 segundos, proporcionadas pelas parábolas de 45 graus no céu, para criar o efeito de gravidade zero.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.