Pesquisa
Actualidade

Opel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 km

11:30 - 14-12-2022
 
Opel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 km
Opel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 kmOpel Mokka Electric mais potente ganha autonomia até 406 km

Maior eficiência com mais autonomia e uma nova designação a condizer com essas novas valências caracterizam o crossover 100% electrificado da Opel.

O Mokka-e passa a chamar-se Mokka Electric, e com ele vem uma nova bateria de 54 kWh que eleva a distância percorrida até 406 quilómetros com uma única carga ao invés dos anteriores 338 quilómetros.

Do lado do sistema motriz, o Mokka Electric ganha o mesmo motor eléctrico que equipa o Astra Electric, o que significa um aumento de potência para os 115 kW (156 cv), mantendo os mesmo 260 Nm de binário.

Embora mais potente, o crossover mantém os mesmos 150 km/hora de velocidade máxima, e um sprint abaixo dos dez segundos para atingir os 100 km/hora.

A eficiência também foi reforçada, com o consumo de energia a baixar para uma média de 15,2 kWh por cada 100 quilómetros.

Estas características dependem dos modos de condução seleccionados – Eco, Normal e Sport –, com a regeneração de energia nas desacelerações e travagens a ser mais efectiva com a transmissão em modo B.

O carregamento da bateria até 80% faz-se em cerca de 30 minutos numa estação de carga DC de 100 kW.

O carregamento a partir de casa faz-se em corrente alternada trifásica, através do carregador de bordo de 11 kW ou através de uma wallbox.

Inúmeros sistemas e tecnologias de aquecimento complementam o "novo" Mokka Electric, desde a bomba de calor, que é de série, até à aplicação myOpel para programar à distância o pré-condicionamento térmico.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.