Pesquisa
Actualidade
Land Rover põe cópia chinesa em tribunal
18:00 - 06-06-2016
  3
Land Rover põe cópia chinesa em tribunalLand Rover põe cópia chinesa em tribunalLand Rover põe cópia chinesa em tribunalLand Rover põe cópia chinesa em tribunal
Land Rover põe cópia chinesa em tribunalLand Rover põe cópia chinesa em tribunalLand Rover põe cópia chinesa em tribunalLand Rover põe cópia chinesa em tribunal
A Jaguar Land Rover pode fazer história, ao ser o primeiro grande construtor europeu (embora propriedade do grupo indiano Tata Motors) a colocar um processo judicial a um fabricante chinês por cópia de um dos seus modelos: em causa está o Landwind X7 que é, como as fotos facilmente o mostram, uma cópia descarada do Range Rover Evoque.

Há longos anos que muitas das marcas chinesas copiam, sem sequer procurar disfarçá-lo, produtos de diversos construtores europeus. Que, todavia, sempre evitaram avançar com processos por recearem serem vistos como "agressores" num país onde têm instaladas fábricas e onde vendem muitos milhares de automóveis, além de duvidarem da celeridade da justiça chinesa. A Honda esteve doze anos para ganhar um processo contra um pequeno construtor que copiava uma antiga geração do CR-V, acabando por receber uma indemnização muito inferior ao que gastara no processo…

Desta vez, contudo, a Jaguar Land Rover parece mesmo avançar contra a Jiangling Motor (proprietária da Landwind), num processo que está a ser acompanhado com toda a atenção pelos restantes construtores europeus. Porque, se conseguir uma vitória, a Jaguar Land Rover abrirá a porta a que todos os outros avancem com processos semelhantes contra as milhentas cópias existentes na China! Mais uma razão para dificultar o processo da Jaguar Land Rover…

Um porta-voz da companhia referiu à agência Reuters que o processo contra a Jiangling se deve a "violações de copyright e competição desleal". Do lado da marca não houve comentários.

O Landwind X7 SUV foi lançado em Novembro de 2014, com claras semelhanças ao Evoque que nessa altura era comercializado (entretanto já modernizado). As formas são praticamente iguais e o Landwind só se distinguia em pormenores como a grelha e nos logos. Mas, para cúmulo, nalgumas lojas chinesas vendiam-se "kits" por não mais de 18 € para transformar os Landwind X7 em autênticos Range Rover, com grelhas semelhantes e os respectivos "letterings"!

O X7 SUV custa um terço do preço do Range Rover Evoque que a marca importava para a China, mas tecnologicamente e em "performances" também ficava muito atrás. Este processo conseguiu, para já, impedir que a marca exportasse o Landwind X7 para o Brasil, onde já nomeara um importador…

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.