Pesquisa
Actualidade
Jeep celebra nascimento… do jipe!
14:12 - 18-07-2016
  7
Jeep celebra nascimento… do jipe!Jeep celebra nascimento… do jipe!Jeep celebra nascimento… do jipe!Jeep celebra nascimento… do jipe!Jeep celebra nascimento… do jipe!Jeep celebra nascimento… do jipe!
Jeep celebra nascimento… do jipe!Jeep celebra nascimento… do jipe!Jeep celebra nascimento… do jipe!Jeep celebra nascimento… do jipe!Jeep celebra nascimento… do jipe!Jeep celebra nascimento… do jipe!
Para os fãs da Jeep temos uma boa e uma má notícia: a boa é que a marca não deixou passar em claro o 75.º aniversário da data em que "tudo" começou, assinalando-o com um modelo muito especial; a má é que… só foi feita uma unidade desta versão comemorativa do Jeep Wrangler 75th Salute!

Trata-se, na verdade, de um protótipo feito com base no actual Wrangler Sport, com motor V6 de 3,6 litros e caixa manual de seis velocidades. Mas profundamente alterado para se parecer com o seu "bisavô" que foi decisivo no decurso da II Guerra Mundial, pela fácil movimentação que permitiu às tropas Aliadas: porque além de norte-americanos e britânicos, até os soviéticos receberam alguns milhares de jipes Willys para a ofensiva contra os nazis!

Foi a 15 de Julho de 1941 que a Willys-Overland Co. assinou o contrato de fornecimento do exército norte-americano com o seu Willys MB, rapidamente designado pelos soldados como Jeep – e, aqui, as teorias para o aparecimento do nome são inúmeras!

O exigente caderno de encargos pedia um veículo de quatro rodas motrizes e caixa de transferência de duas velocidades, uma distância entre eixos até 1,9 m, peso abaixo dos 590 kg e um pára-brisas que se pudesse baixar. Houve 135 construtores contactados, mas apenas a Willys e a (falida) American Bantam responderam… nos 50 dias exigidos. Foi graças ao potente motor de 60 cv que a Willys acabou por se destacar e ganhar o concurso.

Contudo, a empresa não conseguia produzir o número de carros necessários para o esforço de guerra. E o governo norte-americano pôs a Ford a produzir também o Willys, sob a designação GPW, enquanto o da Willys era o MB. Ao todo foram construídos, só durante a II Guerra Mundial, cerca de 648 mil jipes Willys!

Três quartos de século depois desse marco histórico, a Jeep revisitou o Willys original com o protótipo Wrangler 75th Salute. Retirou-lhe as portas e o pilar B, colocou-lhe pára-choques em aço com ganchos de reboque, bancos "à antiga" sem encostos de cabeça, fechos no "capot", roda sobressalente pendurada na porta traseira e grandes pneus "off-road" em jantes de 16’’. O toque final foi dado pela óbvia pintura em verde azeitona e os autocolantes semelhantes aos do original. Uma homenagem como o velho Willys bem merecia!
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.