Pesquisa
Actualidade
Líder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-Royce
12:30 - 18-11-2019
 
Líder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-RoyceLíder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-RoyceLíder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-RoyceLíder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-RoyceLíder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-RoyceLíder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-Royce
Líder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-RoyceLíder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-RoyceLíder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-RoyceLíder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-RoyceLíder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-RoyceLíder da antiga Suazilândia comprou mais 19 Rolls-Royce

É conhecida a fome de Mswati III, rei de Eswatini, por carros exclusivos que só algumas carteiras podem suportar.

Considerado o último monarca absoluto de África, o líder da antiga Suazilândia enriqueceu, com mais 19 Rolls-Royce, a sua já recheada "garagem" de luxo na última semana.

A denúncia partiu de Wandile Dludlu, líder da oposição de um dos países mais pobres do mundo.

Os quase 20 carros da marca de luxo britânica serão distribuídos pela família de Mswati III, composta pela sua mãe, as suas 15 mulheres e os seus 23 filhos saídos dessas relações.

O novo Rolls-Royce Cullinan, um dos modelos que faz parte da frota, terá sido totalmente personalizado para uso exclusivo do monarca.

A oposição ao líder absolutista afirma ainda que Mswati III terá feito uma encomenda de 120 BMW para os membros do seu governo, juntando-se às 540 berlinas e SUVs X3 que já possui.

É já lendária em África a paixão do monarca absoluto por carros exclusivos de marcas germânicas.

Críticos afirmam que o rei possui na sua colecção privada 20 Mercedes-Maybach S600 Pullman, a que se somam um Maybach 62 e um BMW X6.

E, em 2018, em jeito de prenda de aniversário pelo seu meio século de vida, terá oferecido a si próprio um segundo jacto privado, pelo qual o reino pagou 12 milhões de euros.

Falta agora saber se Mswati III fez a encomenda directamente ao grupo BMW, do qual faz parte a Rolls-Royce ou se o negócio foi feito por um intermediário.

Uma investigação publicada em meados de Julho pelo The New York Times revelou como Kim Jong-un conseguiu contornar as sanções económicas impostas pelas Nações Unidas ao país.

O líder supremo da Coreia do Norte adquiriu vários Mercedes-Benz blindados para a sua "côrte", num circuito iniciado no porto holandês de Roterdão que passou pela China, Japão e Coreia do Sul, até chegar ao seu destino final.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
comentário mais votado
hel der   00:18 - 20-11-2019
Portugal também não comprou dois submarinos
hel der   00:18 - 20-11-2019
VOTAR
Portugal também não comprou dois submarinos
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.