Pesquisa
Actualidade
Estes futebolistas foram apanhados ao volante com álcool
13:51 - 05-07-2019
 
Estes futebolistas foram apanhados ao volante com álcool MarceloMarceloWayne RooneyArturo VidalArturo VidalArturo VidalArturo VidalMarco VerrattiMarco VerrattiDecoDeco
Estes futebolistas foram apanhados ao volante com álcool MarceloMarceloWayne RooneyArturo VidalArturo VidalArturo VidalArturo VidalMarco VerrattiMarco VerrattiDecoDeco

O consumo de bebidas alcoólicas em excesso e a prática de desporto profissional (neste caso o futebol) são duas actividades que nunca se deviam cruzar, mas todos sabemos que esta não é a realidade. São vários os futebolistas que foram apanhados ao volante com uma taxa de álcool no sangue superior à prevista por lei e a lista é maior do que imagina!

O diário espanhol "As" reuniu alguns dos casos mais mediáticos e destaca um dos acontecimentos mais recentes. O protagonista desta história é o brasileiro Marcelo, que recentemente recusou fazer um teste de alcoolémia no Brasil. De acordo com "O Globo", o defesa do Real Madrid aceitou pagar a multa e ficou proibido de conduzir no seu país durante um ano.

Mas há mais, desde lendas como George Best até Paul Gascoigne, passando por nomes como Deco, Arturo Vidal ou Wayne Rooney. O caso do avançando inglês, na altura no Everton, é mesmo um dos mais mediáticos. Rooney foi apanhado a conduzir com álcool pela polícia de Cheshire, perto da sua casa, no dia 1 de Setembro de 2017. O dianteiro declarou-se culpado e foi multado pela sua equipa em 340 mil euros.

Deco, então ao serviço do Barcelona, também deu positivo num controlo de alcoolémia realizado pela Guardia Urbana na madrugada do dia 17 de Janeiro de 2008. O antigo médio português acusou uma taxa de 0,36 mg/l.

Marco Verratti, médio do Paris Sanint-Germain, também entra nesta lista realizada pelo "As". O jovem italiano acusou positivo num controlo de alcoolémia realizado pelas autoridades parisienses na madrugada do dia 2 de Novembro de 2018. Além da multa da polícia, Verratti ainda ficou privado de uma parte do seu salário mensal por ter violado o código de ética do clube.

Deixámos o caso mais polémico para o fim. Falamos do chileno Arturo Vidal e de um acidente que causou um verdadeiro terramoto no seu país. Corria o ano de 2015, em plena Copa America, quando Arturo Vidal, então jogador da Juventus, foi detido por se ter envolvido num acidente de viação enquanto conduzia sob o efeito do álcool.

O médio, agora no Barcelona, regressava à concentração da selecção da Colômbia quando destruiu o seu Ferrari 458 Italia num acidente. Vidal escapou ileso mas a sua mulher, que o acompanhava, sofreu algumas lesões. Vidal chegou a um acordo com a Justiça e aceitou ficar proibido de conduzir durante dois anos.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.