Pesquisa
Actualidade
Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!
17:49 - 18-12-2017
  15
Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!
Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!Entrada dos chineses na Mercedes rejeitada… mas Geely não desiste!

A Geely é já um dos maiores construtores chineses e os seus planos de expansão a nível global são extremamente ambiciosos e passam por ter… uma posição importante na Daimler, a companhia que detém, entre outras, a Mercedes! Para isso, a marca chinesa já pôs de lado a "ninharia" de quatro mil milhões de euros para com isso tentar comprar 3 a 5 por cento da Daimler.

Pode parecer pouco mas, se o tivesse conseguido, a Geely tornar-se-ia no terceiro maior accionista da Daimler. O que significa que passaria a ter voz activa, mesmo que não decisiva, no futuro de todo o grupo mas, sobretudo na Mercedes. A oferta da Geely foi, contudo, prontamente recusada! O que também não admira, pois a Daimler também já parcerias, na China, com construtores de renome local como a BAIC Motor Corp ou a BYD.

Não se pensa, contudo, que a Geely se deu por vencida e desistiu da investida para ter uma parte… interessante da Daimler. Aliás, a própria companhia alemã o percebeu, mantendo uma posição amistosa perante o gigante chinês, mas remetendo-o para o normal mercado de acções. Ou seja, dizendo que acolheria de bom grado o investimento do construtor chinês se comprasse acções no mercado. Por outras palavras, a Geely é, obviamente, livre de contactar todos os pequenos accionistas e ver se algum lhe quer vender as suas acções, até perfazer os tais 3 a 5 % que desejava…

A Geely tem vindo a crescer de forma considerável, tendo, pelo caminho, sido autêntica tábua de salvação para a Volvo, ao assegurar os destinos da marca sueca. Com a grande vantagem de ter injectados os meios financeiros necessários e ter dado quase liberdade total aos engenheiros suecos para desenvolverem uma nova geração de produtos que tem sido muito bem-sucedida. Ao mesmo tempo, aproveitaram os seus conhecimentos para criarem uma nova marca interna, a Lynk & Co, com produtos de classe mais elevadas que aqueles a que a marcas chinesas nos habituaram, preparando-se para também os venderem na Europa.

Por fim, mais recentemente, passaram a controlar a Proton, grande fabricante da Malásia e, por via desse negócio, tornaram-se senhores da Lotus. Marca para que têm ambiciosos planos, começando logo por a quererem transformar numa concorrente da Porsche e estarem já a avançar com o futuro lançamento de um SUV. Uma entrada como accionista de referência na Mercedes era mesmo o que lhes faltava para que todos acreditem na seriedade com que estão a atacar o mercado mundial!

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.