Pesquisa
Actualidade
Chinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadores
14:00 - 06-07-2017
  158
Chinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadores
Chinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadoresChinesa Geely (dona da Volvo) aposta nos carros voadores
Dona da Volvo aposta nos carros voadores

O interesse nos carros voadores tem aumentado nos últimos tempos e já envolve nomes (bastante conhecidos) como a Uber ou a Airbus. As fabricantes automóveis têm ficado um pouco reticentes em relação a esta tecnologia mas isso é algo que pode estar a mudar depois de a dona da Volvo (e da Lynk & Co), a chinesa Geely, ser apontada à compra da Terrafugia, uma empresa ligada a carros voadores.

Ainda pouco é sabido sobre esta transacção mas o The Detroit Bureau afirma que a Terrafugia é uma das líderes da indústria e já conta com várias horas de viagem em protótipos - os Transition.

O Transition é denominado como o "primeiro carro voador" e foi desenhado para "voar como uma aeronave desportiva e andar como um automóvel típico", sendo que conta já com a aprovação da Administração Federal de Aviação (FAA) nos Estados Unidos da América, na categoria "Light Sport Aircraft".

O carro voador de dois lugares trabalha com um tipo próprio de gasolina premium e pode caber numa garagem de automóvel. As asas deste veículo podem abrir-se em menos de um minuto e a autonomia reinvindicada pela Terrafugia ronda os 650 quilómetros.

A referida companhia está também a trabalhar num veículo de quatro lugares que promete ser ainda mais revolucionário, já que poderá voar de forma autónoma e será capaz de realizar aterragens verticais, tal como um helicópetro. 

Dona da Volvo aposta nos carros voadores
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.