Pesquisa
Actualidade
Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!
16:31 - 12-10-2018
 
Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!
Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!Bollinger B2: “pick-up” do futuro é eléctrica e… quadrada!

A Bollinger – a dos automóveis, não a do Champagne - voltou à carga com mais um todo-terreno eléctrico "made in USA". Depois do Bollinger B1, uma espécie de SUV preparado para o fim do mundo, esta "start-up" com sede no Michigan (mudou-se recentemente de Nova Iorque) acaba de lançar o Bollinger B2.

O conceito é o mesmo que a Bollinger aplicou ao B1, mas desta vez ajustado a uma carroçaria "pick-up" pensada para uma utilização mais profissional. Destaca-se a estrutura quadrada em alumínio, o tejadilho em vidro e a pequena "janela" na dianteira que permite carregar objectos com 4.87 metros de comprimento. Impressionante!

O B2 destaca-se ainda pela elevada capacidade de carga, superior a 2.200 quilos, e pela capacidade de reboque acima dos 3.400 kg. A juntar a esta "capacidade de trabalho", esta "pick-up" totalmente eléctrica ainda garante uma autonomia para 300 quilómetros, fruto do enorme "pack" de baterias com 120 kWh de capacidade.

Estas baterias alimentam dois motores eléctricos que garantem uma potência combinada de 520 cv e 697 Nm de binário máximo, sendo que a Bollinger reivindica que em apenas 75 minutos é possível carregar a bateria por completo num carregador rápido, número que sobe para cerca de 10 horas se pensarmos numa tomada convencional.

Os detalhes acerca do interior, as "performances" e o preço ainda não são conhecidos, até porque este modelo só está previsto para 2020. Até lá a marca vai continuar o desenvolvimento deste modelo em paralelo com a produção do B1, que tem início marcado para o próximo ano.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.