Pesquisa
Actualidade
Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”
13:28 - 15-02-2019
 
Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”
Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”Astronauta da NASA diz que Bugatti Chiron “não é deste mundo”

Os engenheiros da equipa de desenvolvimento da Bugatti cumpriram recentemente uma série de testes aerodinâmicos no Centro Espacial John F. Kennedy, no Cabo Canaveral (EUA), e uma vez que o foco principal destes testes era a aceleração, a equipa convocou um antigo astronauta da NASA para esta "missão especial".

Jon McBride, que em Outubro de 1984 aterrou o Space Shuttle Challenger nesta mesma pista, teve agora oportunidade de sentir as emoções de um Bugatti Chiron equipado com um motor quad-turbo W16 de 8.0 litros que produz 1500 cv de potência e 1600 Nm de binário máximo.

Se há alguém que sentiu uma das acelerações mais bruscas do planeta é Jon McBride, mas ainda assim, admite que esta foi uma das melhores experiências da sua vida. "Eu tive todos os trabalhos que você pode pensar enquanto estive no mar. Voei no espaço. Mas andar neste Bugatti é uma das melhores experiências da minha vida", disse Jon McBride. "Foi um verdadeiro prazer".

Estes testes aerodinâmicos requerem precisão, boas condições meteorológicas e claro, uma pista bastante longa. Por tudo isto o local perfeito para estes testes era a pista de aterragem do Space Shuttle, uma das pistas mais niveladas do mundo. Era o local perfeito para levar o Chiron ao limite das suas capacidades e foi precisamente isso que os responsáveis da marca de Molsheim fizeram, deixando este antigo astronauta da NASA completamente rendido.

"Comparado com tudo o que eu já voei, a aceleração do Chiron é tão boa ou melhor que eles. Eu já senti grandes acelerações na minha vida, mas acho que nada foi melhor do que a que senti hoje". Jon McBride vai mais longe e garante que o Chiron é "o sonho de qualquer homem" e que "não é deste mundo".

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.