Pesquisa
Ensaio
KIA Proceed: guiámos a nova shooting brake e sabemos os preços
16:59 - 21-01-2019
 
KIA Proceed: guiámos a nova shooting brake e sabemos os preços
KIA Proceed: guiámos a nova shooting brake e sabemos os preços

A KIA já afirmou a fiabilidade das suas propostas e o seu programa de sete anos de garantia sublinha-o. Ao mesmo tempo, marcou a diferença com propostas interessantes ao nível do design. Se dúvidas houvesse, bastaria olhar para o ProCeed...

DESIGN. O novo Ceed é apelativo e a carrinha SW afirma o carácter familiar. Agora, a marca sul-coreana foi mais longe e reiterou a elegância da forma com um modelo à medida de quem procura uma imagem original, um estilo exclusivo, dinamismo e espaço para a família.

KIA Proceed: guiámos a nova shooting brake e sabemos os preços

O ProCeed é um pouco de tudo isto. A carroçaria, estilo shooting brake, alia a imagem desportiva de um coupé com a arquitectura de uma carrinha. Tem 4,60 metros de comprimento, ultrapassando em poucos milímetros a carrinha SW, de estilo mais tradicional.

É mais baixo (43 mm), uma diferença que apenas afecta a acessibilidade aos bancos traseiros. O tejadilho descendente, que sublinha a imagem desportiva, acaba por ser uma pequena condicionante em termos de acessibilidade. É sempre assim nos shooting brake.

HABITÁCULO. O design do interior tem tudo a ver com o ADN da Kia, mas é evidente que a marca procurou alterar alguns detalhes para sublinhar o carácter desportivo desta versão. Isso é evidente no volante, nos tecidos e forros, para já não falar nos bancos com uma imagem desportivo e excelente apoio lateral.

São pormenores, mas fazem diferença num modelo que está na linha da frente na oferta no campo do info-entretenimento associado aos smartphones, como no campo dos auxiliares de condução associados à segurança, propostos de série ou em opção no "pack adas".

Na traseira o espaço é apenas honesto para três ocupantes ao nível dos ombros, apesar de não haver críticas para a altura. A bagageira não é tão ampla como a do Ceed SW (excelente), mas tem uma boa volumetria, que vai dos 594 litros, um valor que está ao nível de várias carrinhas do segmento. Com os bancos posteriores rebatidos, o volume pode chegar aos  aos 1.545 litros e o banco dianteiro reclinado permite criar uma zona plana com cerca de dois metros.    

CHASSIS. A suspensão tem por base o Ceed, evoluída de acordo com as necessidades específicas do ProCeed. Isso é evidente numa altura ao solo reduzida (5,0 milímetros), numa maior rigidez das molas, embora a barra estabilizadora traseira seja menos agressiva.

MOTORES. Há três propostas a gasolina – 1.0 T-GDI de 120 cv (desde 30.890 €); 1.4 T-GDI de 140 cv (a partir de 32.891 €) e 1.6 T-GDI de 204 cv (desde 38.091 €), na versão GT. Todos os motores, salvo o menos potente, estão associados a uma caixa manual de seis velocidades ou uma automática de sete velocidades com dupla embraiagem (cerca de 1.300 €). A proposta diesel passa pelo bloco 1.6 CRDI de 136 cv (a partir de 36.291 €).

AO VOLANTE. A qualidade do chassis é uma das mais valias dos Kia Ceed e volta a estar evidente no ProCeed, sublinhando a sua agilidade. A direcção é precisa e rápida sem ser demasiado pesada. A suspensão oferece um excelente compromisso entre o comportamento dinâmico e o conforto exigido a um familiar, absorvendo bem as irregularidades dos pisos mais degradados.

Ver esta publicação no Instagram

Conduzimos a nova “Shooting Brake” Kia ProCeed e soubemos os preços! ?? Link nas stories #kia #kiaportugal #kiaproceed #proceed #kiaproceedgt

Uma publicação partilhada por Aquela Máquina (@aquelamaquina) a

O adornamento em curva com ritmos de condução mais agressivos não afecta a estabilidade direccional. Um condutor mais apressado poderiam gostar de um pouco mais de firmeza, mas a família não iria gostar…

O comando da caixa de velocidades manual é rápido e preciso, o que ajuda a vincar o caracter desportivo, enquanto os travões garantem confiança, mesmo quando se assumem alguns exageros.

Conduzimos o ProCeed com o motor 1.0 T-GDI de 120 cv e o diesel 1.6 CRDI de 136 cv. A diferença de potências é bem evidente. A opção diesel tem "mais motor" e uma resposta rápida nas relações intermédias, permitindo manter ritmo elevados nas estradas sinuosas.

Aplaudimos o desempenho do bloco de três cilindros a gasolina. Pode não ser tão elástico e dinâmico como o diesel, mas responde bem, mesmo abaixo das 2.000 rpm. É certo que quem aposte numa condução mais dinâmica vai pagar a factura da gasolina, porque há que recorrer mais à caixa de velocidades.

Registámos uma média na casa dos 8,0 litros/100 km o que nem é exagerado num automóvel com estas características, apesar de não ser difícil conseguir médias de 6,5 litros/100 km com o 1.6 CRDI. Mas, importa recordar que há uma diferença superior a cinco mil euros entre as duas propostas. Por isso, importa fazer contas…

O 1.0 T-GDI de 120 cv é uma excelente opção para o dia-a-dia, para quem não andar muitos quilómetros ao longo do ano, pois não é fácil amortizar a diferença de preços para o diesel, com a poupança no consumo, mas cada um sabe de si.   

PREÇOS

GASOLINA

1.0 T-GDI, 998 cc de 120 cv – 30.891 €
1.4 T-GDI, 1.353 cc de 140 cv – 32.891 €
1.4 T-GDI, 1.353 cc de 140 cv, automático – 34.191 €
1.6 T-GDI, 1.591 cc de 204 cv – 38.091 €
1.6 T-GDI, 1.591 cc de 204 cv, automático – 40.590 €

DIESEL

1.6 CRDI, 1.598 cc de 136 cv – 36.291 €
1.6 CERDI, 1.598 cc de 136 cv, automático – 37.791 €

CAMPANHA de LANÇAMENTO: Está em vigor uma campanha que oferece cerca de quatro mil euros de desconto nos motores a gasolina e 5.300 euros nos diesel, desde que o cliente recorra ao sistema de financiamento da marca.

KIA Proceed: guiámos a nova shooting brake e sabemos os preços
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
comentário mais votado
Edmundo Fialho   12:48 - 23-01-2019
guiamos a nova shooting brake. Excelente português. Continuem !
Edmundo Fialho   12:48 - 23-01-2019
VOTAR
guiamos a nova shooting brake. Excelente português. Continuem !
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.