Pesquisa
Ensaio

Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019

14:57 - 09-12-2017
  162
Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019
Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019
Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019

"Aquela Máquina" esteve em Paris para conhecer o novo DS7 Crossback que chega ao mercado nacional em meados de Janeiro de 2018 e já lhe demos conta desta experiência. Mas na mesma altura conhecemos o novo híbrido, que será apresentado em 2019 e tivemos oportunidade de ter um pequeno contacto ao volante de uma versão que ainda está numa fase de protótipo.

O DS7 Crossback "é o primeiro de oito modelos, que vão ser apresentados nos próximos anos, e todos eles modelos vão ter uma versão electrificada, seja uma motorização híbrida ou 100 por cento eléctrica", afirmou-nos Yves Bonnefont, director da marca DS. "Em 2025, um terço das nossas propostas devem ter uma motorização electrificada", acrescentou. 

Todos os modelos com motores eléctricos ou híbridos terão a referência E-TENSE, curiosamente o nome de um protótipo com a imagem de super-desportivo apresentado no Salão Automóvel de Genebra. Desse estudo, onde as formas ao estilo de um Grande Turismo radical vestiam uma proposta com um motor 100 por cento eléctrico, apenas a motorização faz a ponte com o futuro, porque "para já, está fora de questão a DS vir a produzir um automóvel destinado a um mercado de "nicho", numa altura em que o mais importante é afirmar a marca com propostas capazes de garantir o seu crescimento e rentabilidade, embora seja uma questão que se pode voltar a colocar no futuro", disse-nos Arnaud Ribault, director de marketing e vendas da DS. 

O DS7 Crossback E-TENSE adoptou a tecnologia PHEV e conta com um motor 1.6 PureTech numa versão de 200 cv, associado a dois eléctricos: um entre o motor de combustão e a caixa automática de oito velocidades, e o outro na traseira, associado às rodas posteriores, garantindo a tracção 4x4. As baterias de lítio com 90 kW estão colocadas na traseira, sob os bancos, o que não compromete o volume de carga (555 litros) que se mantém igual ao dos restantes modelos da gama. 

Tivemos um curto contacto com a condução do protótipo do DS7 Crossback E-TENSE, "algo que a maioria dos responsáveis da marca e até muitos engenheiros ainda não tiveram oportunidade de fazer porque são protótipos ainda muito iniciais", como fez questão de sublinhar Yves Bonnefont.

Já guiámos o protótipo DS7 Crossback híbrido que chega em 2019

Ao volante, não tivemos dúvidas de que a afirmação do director da marca DS era verdadeira. Se dúvidas houvesse, comandos de segurança na consola central, onde estávamos formalmente proibidos de tocar, e a presença de uma engenheira de desenvolvimento, com um computador ao colo, para controlar em tempo real todos os parâmetros dos motores, mostrou que este ainda não é um DS7 Crossback como os restantes...

Disseram-nos que o E-TENSE "vai ter quatro modos de condução: 100 por cento eléctrico (a que a marca chama ZEV) com uma autonomia de 50 km, híbrida para longas distâncias sem recarregamento (HEV), mista eléctrica/híbrida e 4x4, mas ainda não está tudo completamente definido". 

O protótipo que guiámos apenas tinha disponível a opção mais dinâmica, onde o motor de combustão interna e os eléctricos debitam em conjunto 300 cv, e não há dúvidas: a potência está lá e a dinâmica de condução é muito mais evidente do que aquela que encontrámos ao volante da proposta equipada com o motor 1.6 PureTech de 225 cv, apesar de o peso das baterias de lítio e do sistema de motores eléctricos engordar o híbrido com mais 170 kg. O aumento de peso exige alterações na calibragem dos travões.

Por isso ainda há muito trabalho para realizar e isso também é verdade na regulação da resposta da caixa de velocidades onde as passagens são ainda algo bruscas em aceleração. Em modo 100 por cento eléctrico, já é evidente a suavidade e até a rapidez de uma proposta que pode ser utilizada a velocidades até aos 130 km/h. No que diz respeito ao carregamento das baterias, a DS fala em quatro horas numa tomada de 14 Amperes e em 1h 40m, numa de 32 Amperes, mas isso é algo que veremos mais tarde, quando o modelo estiver a chegar ao mercado...

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.