Pesquisa
Ensaio
Já conduzimos o Mercedes E 220 d Cabrio
17:45 - 28-06-2017
  2
Já conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d Cabrio
Já conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d CabrioJá conduzimos o Mercedes E 220 d Cabrio

A sua chegada pode estar prevista apenas para o início de Outubro, mas as decisões de compra demoram sempre o seu tempo e é sempre bom conhecer algumas opiniões antes de avançar. Por isso lhe trazemos já as sensações de condução da versão mais interessante para o mercado nacional do novíssimo Mercedes E Cabrio, a 220 d, com o motor Diesel de 194 cv.

DESIGN. Pode parecer estranho começar a falar do estilo do E Cabrio pela… plataforma, mas o facto de esta nova geração ser feita sobre a nova base do Classe E (enquanto a anterior usava a do Classe C) permitiu um crescimento em quase todas as direcções, em especial no comprimento (12,3 cm) e na largura (7,4 cm) e isso tem óbvias influências no design. Que é agora muito mais elegante, até porque ajudado pela nova linguagem de estilo da Mercedes, de superfícies mais lisas e suaves, em que as arestas agressivas quase desaparecem. E até a capota, em lona, lhe assenta bem, ficando quase com a forma do coupé. Mas… bonito, bonito é com o habitáculo a céu aberto!

HABITÁCULO. A nova plataforma permitiu também um significativo aumento da distância entre eixos (11,3 cm) que se traduziu em mais 10 cm para pernas para os passageiros de trás que passam a ter dois lugares verdadeiramente habitáveis. O E Cabrio é agora um autêntico quatro lugares e de elevado grau de conforto em qualquer deles, em especial se explorarmos a longa lista de opcionais…

Merece, contudo, destaque o facto de a Mercedes oferecer no equipamento de série tanto o Airscarf que aquece o pescoço dos ocupantes dos lugares dianteiros nos dias mais frios, como o Aircap que se eleva sobre a moldura do pára-brisas para reduzir consideravelmente o turbilhão de ar que invade o habitáculo. Que, aliás, fica razoavelmente protegido pela acção daquele dispositivo em conjunto com o deflector de ar entre os dois bancos traseiros. De resto, vive-se um ambiente de requinte num habitáculo em que se destacam as originais e bonitas saídas da ventilação a imitar turbinas, que diferem dos "tablier" das berlina e carrinha.

AO VOLANTE. Antes de arrancar, claro, pôr a capota para baixo, afinal estamos a experimentar o Mercedes E… Cabrio! Tudo automático, basta puxar o comando (carregar para a fechar) e, em 20 s, a operação fica completa, podendo ser feita em marcha, até aos 50 km/h. A suavidade do já conhecido motor turbodiesel de dois litros, 194 cv e 400 Nm, tão bem explorada pela caixa automática de 9 velocidades (9G-Tronic), parece ter nascido para agradáveis passeios a céu aberto, contemplando a Natureza. O som do motor não incomoda, a aerodinâmica cuidada do E Cabrio permite que se mantenha uma conversa num tom civilizado até em auto-estrada.

Quando é necessário andar mais depressa, o 220 d também sabe responder às solicitações do acelerador, conseguindo até prestações interessantes, num carro em que se nota o peso algo elevado, devido aos reforços estruturais que exigiu: acelera até aos 100 km/h em 7,7 s e atinge os 237 km/h.

Não será propriamente o "rei da agilidade" em estradas de curvas muito apertadas e encadeadas, não só pelas suas dimensões mas também pelo peso (1830 kg) que faz com que se notem as transferências de massa. Mas não é propriamente para fazer corridas montanha acima que o E Cabrio existe, antes para proporcionar deliciosos passeios em vias de longas curvas e espaços bem abertos. E, aí, a sua estabilidade e o grau de conforto que proporciona colocam o novo E Cabrio… numa liga acima!

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.