Pesquisa
Ensaio

Guiámos o Range Rover Evoque Cabrio

08:31 - 19-11-2016
  164
Guiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque Cabrio
Guiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque CabrioGuiámos o Range Rover Evoque Cabrio
A Range Rover mostrou que um SUV também pode ser um descapotável, e o Cabrio mostra que os SUV podem assumir novas formas. Face às propostas de três e cinco portas que estão na sua origem, não há grandes diferenças na imagem, mas os britânicos inovaram com uma proposta capaz de abrir novos caminhos para quem gosta de guiar de cabelos ao vento com um modelo para desfrutar em qualquer estação do ano.

DESIGN.
As linhas do Evoque Cabrio foram equacionadas desde a primeira hora. Por isso, esta opção foi ponderada com todo o tempo do mundo e o resultado mostra-o de forma evidente. Com capota, o Evoque Cabrio tem tudo a ver com o Evoque Coupé, apesar da capota de lona, mas tudo se altera quando o habitáculo fica a céu aberto. Mesmo assim as proporções são equilibradas e o estilo do SUV não foi beliscado. 

Para desenhar um cabrio foi necessário fazer pequenas/grandes alterações, apesar delas não serem muito perceptíveis à primeira vista. Em qualquer veículo o tejadilho tem um papel estruturante, permitindo dissipar as forças pela estrutura. Quando se abdica da "cúpula" é fundamental criar reforços capazes de manter a mesma rigidez e evitar as vibrações. Foi isso que os britânicos fizeram e o resultado merece aplausos.

HABITÁCULO. No interior também não há grandes novidades, apesar de serem evidentes pequenas alterações que condicionam o espaço disponível, sobretudo para os ocupantes dos bancos posteriores, já que nos lugares anteriores não há qualquer diferença face a qualquer outro Evoque.


MOTORES/GAMA. O Evoque Cabrio só conta com motores de 2.0 litros de cilindrada e todos os modelos dispõem de tracção total permanente (neste caso não há propostas 4x2) e caixa automática ZF de nove velocidades. Por um lado, temos o Si4 a gasolina com 240 cv, que pode ser a versão mais apetecível, mas os preços começam nos 71 496 € da proposta menos equipada; por outro, surgem as opções diesel TD4 com 150 e 180 cv, mais acessíveis.

O motor de 150 cv é honesto, mas o seu principal argumento é um preço a partir de 66 894 €. Por isso a proposta de 180 cv (desde 69 828 €) parece-nos a mais equilibrada e foi a nossa opção para este ensaio.

AO VOLANTE. Guiámos o diesel de 180 cv e gostámos. O motor digere bem o aumento de peso (mais de 250 kg) ditados pela capota com quatro motores eléctricos e os reforços estruturais que evitam qualquer tipo de vibração. Este é um modelo que convida a passear ao fim de tarde com a capota aberta, mas também é um veículo que não teme uma utilização no dia-a-dia. A qualidade da capota assegura uma insonorização sem críticas e, mesmo nos dias de chuva, responde às necessidades.

Estamos certos que quem compra este Evoque não está a pensar em grandes aventuras fora de estrada. Mas nós fomos ver como é e ficámos impressionados. É nas condições mais duras que se pode aquilatar a rigidez estrutural. Mesmo em situações radicais, de cruzamento de eixos, não há torção e é possível abrir e fechar a capota sem qualquer dificuldade.

Fomos conquistados pelo potencial do Evoque Cabrio, mas não podemos esquecer que este modelo, sendo exclusivo, dá que pensar....

Este Range Rover Evoque Cabrio 4x4 TD4 de 180 cv tem um preço desde 69 828 euros, mais 10 5820 euros do que o coupé 4x4 SE Dynamic e mais 7 421 euros do que a versão de cinco portas equivalente. Pode ser o preço da exclusividade, mas a diferença é exagerada...

FICHA TÉCNICA

Motor ED4 diesel
Cilindrada (cc) 1 999
Potência máxima (cv/rpm) 180/4 000
Binário máximo (cv/rpm) 430/1 750
Velocidade máxima (km/h) 195
0 a 100 km/h (s) 10,3
Consumo médio (l/100 km) 5,7
Emissões CO2 (g/km) 149
Preço desde (€) 69 828

+ INOVAÇÂO. Faz todo o sentido abrir a porta aos descapotáveis no universo dos SUV.

- GAMA. O cabrio só tem versões 4x4, o que condiciona muito o preço no mercado nacional.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.