Pesquisa
Ensaio
Guiámos o Fiat 124 Spider Abarth
16:06 - 27-02-2017
  332
Guiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider Abarth
Guiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider AbarthGuiámos o Fiat 124 Spider Abarth
Tal como os Fiat 124 Spider Abarth dos anos 70, o novo 124 Spider Abarth assume o mesmo estilo, marcado por um capot pintado de negro. Mas há um mundo de diferenças entre o passado e o presente. Hoje o descapotável da Fiat tem por base o Mazda MX-5 e é produzido no Japão, pela marca de Hiroshima...

EXCLUSIVIDADE.
Mas nem todos os 124 Spider são iguais. Os que ostentam o "estatuto Abarth" são alterados nas Officine Mirafiori em Turim, a sede da Abarth. Recebem barras, molas e amortecedores específicos e um diferencial autoblocante para melhorar a dinâmica de condução, para já não falar nos pneus 205/45 R17 e o sistema de travagem Brembo.

O motor 1.4 turbo montado em posição longitudinal também é diferente. Debita 170 cv e isso nota-se nas performances: 6,8 segundos para passar de 0 a 100 km/h (menos 0,7 s) e 230 km/h de velocidade máxima (mais 15 km/h). A diferença não é grande nos números, mas a dinâmica do 124 Spider Abarth é evidente logo no cantar dos escapes duplos "Monza". Carlo Abarth poderia sorrir se fosse vivo. Este é o tipo de trabalho que realizou ao longo da sua carreira.

HABITÁCULO. No interior as alterações surgem nos detalhes e na decoração. É o caso do painel de instrumentos com o conta-rotações em posição central, assumindo maior protagonismo com a cor vermelha adoptada. O desenho e o apoio das baquets merece aplausos, mas o espaço interior é apenas o possível, ou essa não fosse uma velha questão que tem a ver com o projecto original da Mazda.

AO VOLANTE.
A posição de condução é baixa e recuada, permitindo reduzir o centro de gravidade e melhorar a repartição de massas. O comando da caixa manual de seis velocidades é curto, o que aumenta a rapidez, e o escalonamento velocidades sublinha o carácter desportivo. Gostámos, mas não nos esquecemos da caixa automática opcional (+ 2.000 €).

Em termos de performances não há uma diferença muito grande face ao Mazda MX-5 com o motor atmosférico de 2.0 litros e 160 cv, mas em termos dinâmicos a regulação da suspensão do Abarth é mais eficaz. O carro fica menos saltitão e isso é bom na inserção em curva ou na reaceleração à saída dela.

Estão disponíveis dois modos de condução e, se no "Normal" a resposta do turbo é algo preguiçosa, tudo se altera na opção "Sport". O cantar dos escapes duplos "Monza" aumenta a adrenalina. Quem aprecia emoções fortes pode desligar o controlo de tracção e ficar entregue a si próprio. Nestas condições, em curva, o roadster guia-se tanto com o volante como com o acelerador e é possível longas escorregadelas do eixo traseiro em aceleração.

Estas são as boas notícias... As más passam por um preço que começa nos 42 mil euros, mais 14 200 euros do que o Fiat 124 Spider "normal". A versão de caixa automática tem preços a partir dos 44 mil euros. Não é barato, mas sem ser uma série limitada é exclusiva e numerada. A que guiámos tem o número 0550.

FICHA TÉCNICA


MOTOR: 1.4 Turbo
CILINDRADA: 1 368 cc
POTÊNCIA MÁXIMA: 170 cv/5 500 rpm
BINÁRIO MÁXIMO: 250 Nm/2 500 rpm
RELAÇÃO PESO/POTÊNCIA: 6,2 kg/cv
VELOCIDADE MÁXIMA: 232 Km/h
0 a 100 Km/h: 6,8 s
CONSUMO MÉDIO ANUNCIADO: 6,4 litros/100 km
EMISSÕES CO2: 148 g/km
PREÇO DESDE: 42.000 €


+ PRAZER DE CONDUÇÂO. Pode dizer-se que é um brinquedo para gente crescida. Ágil e dinâmico, desafia o condutor mas com o piso molhado é capaz de se "virar ao dono"...

- ESPAÇO. O habitáculo é muito compacto e, se pode ser um problema para os "calmeirões", todos vão sentir a falta dos porta-objectos. As caixas entre as costas dos bancos e na consola central não são suficientes...
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.