Pesquisa
Ensaio

Ensaio BMW M440i xDrive: raça desportiva

12:54 - 15-05-2021
 
Ensaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportiva
Ensaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportivaEnsaio BMW M440i xDrive: raça desportiva

O BMW M440i xDrive tem os argumentos certos para quem gosta de coupés desportivos com raça. Menos potente do que os "irmãos" M4 e M4 competition, nem por isso deixa de ser um enorme gozo e o prazer de conduzir este Gran Turismo. 

Grelha faz toda a diferença 

A agressividade revela-se logo no capô bem esculpido e na enorme grelha vertical que tanto divide os admiradores da marca alemã. 

E, no entanto, é um dos elementos cruciais que o diferenciam na estrada… e o resultado estético final está muito bem conseguido! 

As vias mais largas, as grandes portas com janelas sem moldura, os faróis LED e a linha fluida do tejadilho dão ao conjunto um estilo muito elegante. 

Luxo e bem estar 

Já com as mãos no volante, somos envolvidos de imediato por uma sensação de luxo e bem-estar. Os acabamentos são excepcionais, e os bancos desportivos da linha M são muito confortáveis. 

À frente, temos mais espaço para as pernas do que na versão anterior. Atrás, a linha descendente do tejadilho obrigou a rebaixar os bancos para acomodar os ocupantes mais altos. 

A bagageira também diminuiu de tamanho mas, mesmo assim, consegue oferecer 440 litros de capacidade. 

O tabliê revela um desenho clássico mas é apenas uma impressão; os sistemas tecnológicos mais evoluídos estão todos presentes.

 

O painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas oferece uma informação clara e directa, assim como o sistema de infoentretenimento de 10,25 polegadas. 

Toda a informação pode ser acedida por voz ou por gestos, ou mesmo pelo botão giratório iDrive na consola central. 

Selvagem travestido de cavalheiro 

Ligado o motor, sentimos logo um nervoso miudinho ao ouvirmos o sopro do bloco de 3.0 litros. Os 374 cv de potência na estrada oferecem uma condução viva e divertida, e, com a suspensão activa ligada, até parece que estamos a deslizar no asfalto. 

As mudanças de ritmo são excelentes, graças à caixa automática de oito velocidades Steptronic bem escalonada, e o sistema xDrive dá uma óptima tracção às quatro rodas.

E, para uma condução mais divertida, podemos sempre engrená-las através das patilhas do volante ou no manípulo da caixa em modo semi-automático. 

O baixo centro de gravidade também contribui para o comportamento dinâmico, principalmente no ataque às curvas. Os 500 Nm são dados às 1.900 rotações e os 374 cavalos são atingidos às 5.500, mas sempre sem brusquidão. 

Como grande estradista que é, o condutor tem à escolha os modos de condução Eco, Comfort e Sport. Claro que, se quiser levar a potência ao extremo, pode sempre seleccionar o submodo Sport M

A aceleração até aos 100 km/hora é feita em 4,5 segundos para uma velocidade máxima limitada a 250 km/hora.

Os consumos rondam os sete a oito litros por 100 quilómetros; claro que eles disparam sempre que calcamos o acelerador com mais força.

 

Apesar dos atributos desportivos, os modos de condução Comfort e Sport são mais do que suficientes para o uso diário. E, na cidade, o modo Eco, ajuda a manter os consumos num nível aceitável. 

A ajudar o condutor estão os sistemas mais evoluídos de segurança e apoio à condução.

Alerta de colisão com travagem de emergência, detecção de peões, ciclistas e sinais de trânsito, aviso de saída de faixa com correcção, e controlo de estabilidade e de tracção são algumas das tecnologias que o equipam. 

Conta ainda com auxílio ao estacionamento com câmaras à frente e atrás, faróis auto-adaptáveis e limitador de velocidade, entre muitos outros sistemas.

 

Atraente, suave e dinâmico, é uma verdadeira surpresa para os sentidos, assumindo-se como um cavalheiro na estrada. 

Mas, numa questão de segundos, é capaz de transformar-se num hooligan sempre que optar por uma condução mais desportiva. 

Para quem gosta de coupés distintos com raça desportiva, o BMW M440i revela fortes argumentos.

A construção e a mecânica irrepreensíveis ajudam a ter um controlo total sobre o coupé, e a tracção integral xDrive cumpre o seu papel, principalmente em estradas mais sinuosas. 

Proposto com um preço-base de 80.093 euros, a versão ensaiada chega aos 107.545 euros. 

FICHA TÉCNICA

Motor: gasolina de 3.0 litros com seis cilindros em linha

Cilindrada: 2.998 cc

Potência máxima: 374 cv entre 5.500 e 6.500 rpm

Binário máximo: 500 Nm entre 1.900 e 5.000 rpm

Transmissão: automática de oito velocidades

Velocidade máxima: 250 km/h

0-100 km/h: 4,5 segundos

Consumo combinado: 7,5 litros/100 km

Emissões CO2: 170 g/km

Preço: a partir de 80.093 euros 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.