Pesquisa
Ensaio
Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado e com 224 cv!
08:01 - 16-12-2017
  14
Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!
Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!Countryman ALL4 PHEV: guiámos o primeiro Mini electrificado… e com 224 cv!
Este é o primeiro exercício de electrificação da Mini e fazia todo o sentido que fosse logo no seu modelo… maxi, aquele em que é mais complicado manter em baixo os valores de consumos e emissões. O Mini Cooper S E Countryman ALL4 PHEV é o primeiro híbrido "plug-in" da marca originalmente britânica, desde 1994 nas mãos da BMW.

Tem tracção integral graças ao motor eléctrico colocado no eixo traseiro e consegue ser o mais potente dos Countryman, com 224 cv, se descontarmos a desportiva variante John Cooper Works que tem apenas mais 7 cv… gasta muito mais e, com caixa automática como o PHEV, custa quase seis mil euros mais!

DESIGN.
Neste ponto não há muito a dizer, pois este Countryman híbrido não tem muitas diferenças assinaláveis face às restantes versões do modelo. Há pequenos detalhes como o ‘S’ em amarelo, os sinais de ficha eléctrica também em amarelo, nomeadamente na cava da roda esquerda, onde fica a tomada de carregamento. No interior, o botão para ligar o carro é igualmente amarelo e o grande ecrã central exibe funções específicas desta versão, nomeadamente o grafismo que mostra o funcionamento do sistema.

Tirando estes pequenos sinais de diferença, é um Countryman igual aos outros, ou seja, um Mini que tem pouco desse nome e que fica ali a meio caminho entre querer continuar a ser Mini mas assumir-se já como alternativa aos muito populares SUV. Tem menor altura ao solo (16 cm), o que significa que, mesmo com tracção integral como nesta versão, não é carro para grandes aventuras fora de estrada, servindo o "ALL4" mais para aumentar a segurança em dias de chuva ou em zonas onde a neve seja uma constante.

HABITÁCULO.
Uma das limitações desta versão híbrida, pela necessidade de colocar as baterias de iões de lítio (de 5,7 kWh de capacidade útil) é a perda de 45 litros na capacidade da mala que baixou de 450 para 405 litros. Também o banco traseiro está colocado 3 cm mais acima que nas outras variantes do Countryman, mas isso não só não coloca problemas de espaço para os seus ocupantes, como lhes dá melhor visibilidade para a estrada.

O Countryman foi o primeiro Mini a ter os comandos dos vidros nas portas, deixando aqueles comandos no centro que eram muito nostálgicos mas nada práticos. A habitabilidade à frente é boa, enquanto atrás é um pouco mais apertada, em especial para o passageiro do meio. Além das boas bolsas nas portas da frente, há poucos espaços para largar os pequenos objectos que nos acompanham no dia-a-dia. Até porque o espaço à frente dos porta-copos estava ocupado, nesta unidade, pelo carregamento de telemóveis por indução, um opcional que integra o "pack" Wired (1150 €) que inclui ainda sistema de navegação Profissional, Bluetooth e os novos serviços de conectividade da Mini.

Aliás, este Countryman estava bem carregado de equipamento opcional, como o pacote estético Chili (2800 €), ou o "pack" Comfort (850 €) que disponibiliza porta da bagageira de abertura eléctrica, câmara traseira e apoio de braços do banco posterior.

AO VOLANTE. O arranque deste Countryman PHEV é sempre feito em modo eléctrico, desde que haja um mínimo de carga na bateria. E a mobilidade eléctrica até é bastante agradável, pois o motor, instalado no eixo traseiro (assim se conseguem as quatro rodas motrizes), tem a potência equivalente a 88 cv, podendo levar este… maxi-Mini aos 125 km/h sem emitir quaisquer gases.

Mas esta é a segunda versão mais potente da gama Countryman, pelo que tem ambições dinâmicas elevadas. E quando carregamos a fundo no acelerador, o tricilíndrico 1.5 turbo de 136 cv que move as rodas dianteiras une forças com o motor eléctrico que faz girar as traseiras e um total de 224 cv e 385 Nm fazem com que a aceleração seja vigorosa, mesmo se, nas recuperações de velocidade, a caixa automática pudesse responder de forma um pouco mais rápida. Compreende-se, contudo, que atendendo a todo o conceito deste carro, esteja mais pensada numa troca suave das mudanças, o que é conseguido.

Estamos ao volante de um Mini e a agilidade em curva faz parte do ADN da marca, sendo superior à de outros SUV, mesmo os ditos "SUV urbanos", até pela menor altura ao solo. Mas não é a mesma dos outros Countryman, tudo por causa dos 190 kg extra que todo o sistema híbrido (em especial as baterias) adicionou a esta versão que tem um peso (1735 kg) bastante elevado. E isso faz-se notar tanto no comportamento em curva, como na maior dificuldade em conseguir fazer uma condução económica, sem deixar que o motor "morra" para zonas que obriguem a carregar mais no acelerador, penalizando consumos.

É claro que este Countryman ALL4 PHEV tem a capacidade de andar em modo puramente eléctrico, conseguindo fazer, com algum cuidado, cerca de 30 km (a marca anuncia 42 km, valor demasiado optimista, pelo menos numa cidade como Lisboa com tantos desníveis) sem emissões. O que nos permitiu fazer quase 100 km com um consumo de 2,5 l/100 km. O problema são os "segundos 100", em que já não há tanta electricidade para ajudar, ficando a maior parte do tempo o três cilindros turbo de 136 cv a puxar, o que faz o consumo crescer.

O sistema híbrido oferece três programas de condução seleccionáveis pelo condutor: o modo Save em que a bateria é poupada ao máximo, só sendo usada quando se pisa a fundo para se ir buscar os 224 cv, necessitando por isso dos 88 cv do motor eléctrico; no modo Auto eDrive deixa ao sistema a gestão do motor ou motores que devem "entrar em cena" para uma utilização mais eficaz, o ideal para uma viagem; e o modo Max eDrive é, basicamente, colocar o Countryman a funcionar como automóvel eléctrico, assim haja carga na bateria. O que demora, para um carregamento completo, 3.15 h numa tomada doméstica de 16 A ou 2.15 h numa "wall box" ou num posto público.

Fala-se que a Mini poderá avançar para um modelo de conceito semelhante ao Countryman mas… mais mini e até com uma motorização totalmente eléctrica. Se assim for, convém não se esquecer que este Countryman foi o ponto onde tudo começou!

Ficha técnica

Motor a gasolina 3 cilindros 1.5
Cilindrada (cc) 1 499
Potência máxima (cv/rpm) 136/4 400
Binário máximo (Nm/rpm) 220/1 250 – 4 300

Motor eléctrico Síncrono
Potência (kW-cv/rpm) 65-88/4 000
Binário (Nm/rpm) 165/0 – 3 000

Desempenho conjunto
Potência (cv/rpm) 224/ —
Binário (Nm/rpm) 385/ —

Velocidade máxima (km/h) 198
0 a 100 km/h (s) 6,8
Consumo médio (l/100 km) 2,1
Emissões de CO2 (g/km) 49
Preço (€) 39 350
Preço da unidade ensaiada (€) 44 550

+ SISTEMA HÍBRIDO. Mesmo não sendo dos que permite maior autonomia em modo eléctrico, sempre se conseguem 30 km que, mesmo que não cheguem, baixam drasticamente os consumos dos percursos do dia-a-dia. E como a bateria é mais pequena, carrega-se mais depressa.

- DINÂMICA. O acrescento de todo o sistema híbrido tornou este Countryman num carro pesadão. É verdade que, em prestações, os 224 cv disfarçam muito bem mas, quando se chega às curvas, a inércia vem ao de cima e o comportamento não está ao nível do dos restantes Mini…
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.