Pesquisa
Desporto

Renault Clio Rally3: compacto ganha tracção integral

16:58 - 17-01-2023
 
Renault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integral
Renault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integralRenault Clio Rally3: compacto ganha tracção integral

Um Renault Clio com tracção integral para os mais apaixonados pelo compacto francês? Sim mas apenas para o mundo dos ralis.

Eis o novo Clio Rally3 desenvolvido pelas equipas da Manufacture Alpine Dieppe Jean Rédélé e BWT Alpine F1 Team para provas nacionais e internacionais.

O desenvolvimento iniciado a 24 de Maio de 2022 foi concluído seis meses depois em Espanha.

Nos 22 dias de testes em mais de 4.500 de em asfalto e terra estiveram envolvidos oito pilotos e 11 co-pilotos.

O Clio Rally3 foi apresentado no circuito Pas de la Casa, em Andorra, antecedendo a estreia em competição, agendada para a Primavera.

"Bomba" sobre rodas

O Clio Rally3 equipa o bloco 1.3 TCe turbo de quatro cilindros e 16 válvulas, de injeção direta, com a potência e o binário elevados a 260 cv e 415 Nm.

Ao motor está acoplado uma caixa sequencial SADEV de cinco velocidades com diferencial autoblocante.

Derivado directamente da variante Rally4, a esta proposta foi adicionada uma transmissão traseira para gerar quatro rodas motrizes.

Fiabilidade e desempenho foram centrais no desenvolvimento do carro, com a Castrol a contribuir para optimizar a lubrificação do motor e da transmissão.

Montado pela Manufacture Alpine Dieppe Jean Rédélé, o Clio Rally3 equipa pneus da Michelin.

Aerodinâmica reforçada

A estrutura de Enstone da BWT Alpine F1 Team ajudou a equipa de Viry-Châtillon a projectar a asa traseira do Clio Rally3.

Embora simples na sua aparência, é anunciada como muito eficaz em termos aerodinâmicos.

Outros elementos mecânicos foram projectados especificamente para combinar desempenho e fiabilidade em todas as superfícies.

O Clio Rally3 usa amortecedores ajustáveis e suspensão BOS Suspension de última geração.

Outra novidade foi a instalação de um túnel na secção traseira, par a proteger as rodas atrás.

Uma centralina Life Racing controla a gestão electrónica com a integração dos sistemas de aquisição de dados do motor e do chassis.

Além dos travões PFC, a dupla de pilotos conta com bancos Sabelt conformes à nova homologação da FIA e cintos de segurança com aperto de seis pontos.

Os pedais e a coluna de direcção são ajustáveis à posição de condução de qualquer piloto.

O processo de homologação do Clio Rally3 está em curso junto da Federação Internacional do Automóvel, para se estrear em competição na Primavera.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.