Pesquisa
Desporto

G.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivo

10:42 - 24-10-2016
  2
G.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivo
G.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivoG.P. dos Estados Unidos: Hamilton vence e continua vivo
Lewis Hamilton prometia não baixar os braços e, no seu "rancho do Texas" – quatro vitórias em cinco visitas! –, levantou-os bem alto dominando por completo o G.P. dos Estados Unidos e mantendo-se bem "vivo" na luta pelo título mundial de Fórmula 1. Que melhor local poderia o tricampeão escolher para comemorar a sua 50.ª vitória na F1!

É verdade que Nico Rosberg só perdeu 7 pontos, com aquele segundo lugar que lhe chega perfeitamente para vir a ser campeão, mas pode ser um momento de viragem, interrompendo um ciclo de cinco provas a ganhar pontos para Hamilton. Agora, são 26 os pontos que separam os dois pilotos do Mercedes, a três corridas do final da temporada.

Desta feita – e após um treino intensivo de duas horas no simulador da equipa –, Hamilton esteve impecável no arranque, agarrando o primeiro lugar, enquanto Rosberg se "baralhava" um pouco na trajectória, acabando batido por Ricciardo, a tirar partido dos pneus supermacios. O seu ataque começou assim que os semáforos se apagaram e começou aos poucos a ganhar vantagem. Mais atrás, Hulkenberg batia em Bottas, com o Force India a abandonar e o Williams a atrasar-se irremediavelmente.

Rosberg bem gostava de seguir o colega de equipa, mas ficou metido numa luta tremenda com os Red Bull – inicialmente até com Raikkonen, mas os Ferrari baixariam de forma a partir do primeiro terço de prova… –, entre Ricciardo e Verstappen. Foi na primeira troca de pneus que o alemão tentou virar as coisas a seu favor: enquanto todos montaram pneus macios, Rosberg montou pneus médios, procurando fazer um turno do meio mais longo para, no final, com o carro mais leve, poder até (eventualmente…) montar supermacios para um derradeiro ataque.

Enquanto Hamilton "cavalgava" sozinho, aumentando o seu avanço volta após volta, o desenrolar da corrida acabaria por se virar contra as expectativas de Rosberg… Verstappen teve uma paragem catastrófica por a equipa não o esperar (aparentemente uma falha nas comunicações) mas, logo a seguir, o holandês pararia na pista queixando-se de problemas de motor. Ao parar o carro, apesar de o ter estacionado bem, espoletou um "safety car" virtual para a entrada da grua e isso deu uma paragem "grátis" a toda a gente, destruindo a estratégia imaginada por Rosberg. Hamilton ficava com a vitória na mão!

"Esta pista sempre foi boa para mim, é quase como uma casa!", disse Hamilton no final. "A equipa fez um grande trabalho para mim. E, a partir de agora, tudo o que posso fazer é dar o meu melhor e fazer o mesmo deste fim-de-semana. O Nico tem feito um grande trabalho durante todo o ano e, portanto só posso continuar a forçar para voltar a ganhar e ir atrás do título".

Já Rosberg explicou assim a sua corrida: "Perdi um pouco na partida, infelizmente. Depois dei tudo para voltar à frente, mas hoje tudo se resumiu a limitar os danos. Mesmo assim, fiz uma parte final sempre a fundo". Apesar de ter perdido 7 pontos, Rosberg até poderá ser campeão já no México numa situação extrema, caso vença e Hamilton não pontue.

Atrás dos Mercedes, Ricciardo perdera já o contacto com Rosberg e também rodava sozinho. Em especial porque a Ferrari voltava a passar ao lado de uma corrida. O australiano voltava ao pódio em Austin. "O arranque correu de acordo com o planeado. Queria apanhar os dois Mercedes, mas só apanhei o Nico o que foi positivo", explicou o australiano. "Mas o Virtual Safety Car é sempre frustrante e, aí, o Nico conseguiu ganhar-me vantagem. Esperava ter tido alguma luta mais tarde, mas foi uma situação que ficou fora do meu controlo".

Na Ferrari a situação continua bastante estranha, a equipa parece estar a andar para trás e Raikkonen sempre mais rápido que Vettel. O alemão ainda por cima debateu-se com problemas na asa traseira que tornava o seu carro instável. E o finlandês preparava-se para ser 4.º quando, na última paragem, a porca da roda traseira-direita ficou mal apertada e teve de parar assim que saiu da "box", com a equipa a ser investigada por ter libertado o carro em condições perigosas…

Com isto, realça-se algumas grandes provas, em especial a luta nas últimas voltas pela 5.ª posição, entre Carlos Sainz (Toro Rosso), Felipe Massa (Williams) e Fernando Alonso (McLaren). Alonso voltou a mostrar-se um dos melhores "racers" da F1, com uma agressividade daquelas de… "take no prisioners"! Afastou Massa numa manobra dura e que provocaria um furo numa das rodas do Williams e foi "para cima" do "afilhado" Sainz, passando-o mesmo na última volta, quando o Toro Rosso estava mesmo sem pneus. Os Comissários investigaram a ultrapassagem de Alonso a Massa mas, para choque dos homens da Williams, não viram nada de mais...

Um final emocionante para Alonso igualar o seu melhor resultado com o McLaren/Honda (5.º também no Mónaco), numa boa prova para a equipa que ainda pontuou com Button. Mas também um grande resultado para Sainz, numa pista em que nem ele esperava grande coisa do Toro Rosso, devido ao défice de potência do motor Ferrari de 2015, naquela recta tão longa. Passou de dizer que não iria pontuar para obter um dos melhores resultados do ano! No fundo, um bom espectáculo para os mais de 60 mil espectadores que lotaram o Circuit of the Americas. Classificação:

PosPilotoEquipaTempo/Dif.Box
01 Lewis Hamilton Mercedes 1.38.12,618 h 2
02 Nico Rosberg Mercedes a 4,520 s 2
03 Daniel Ricciardo Red Bull a 19,692 s 2
04 Sebastian Vettel Ferrari a 43,134 s 3
05 Fernando Alonso McLaren a 1.33,953 m 2
06 Carlos Sainz Toro Rosso a 1.36,124 m 2
07 Felipe Massa Williams a 1 volta 3
08 Sergio Perez Force India a 1 volta 2
09 Jenson Button McLaren a 1 volta 2
10 Romain Grosjean Haas a 1 volta 2
11* Daniil Kvyat Toro Rosso a 1 volta 3
12* Kevin Magnussen Renault a 1 volta 1
13 Jolyon Palmer Renault a 1 volta 2
14 Marcus Ericsson Sauber a 1 volta 1
15 Felipe Nasr Sauber a 1 volta 1
16 Valtteri Bottas Williams a 1 volta 2
17 Pascal Wehrlein Manor a 1 volta 2
18 Esteban Ocon Manor a 2 voltas 3
19 Kimi Raikkonen Ferrari Roda mal apertada 3
20 Max Verstappen Red Bull Motor 2
21 Esteban Gutierrez Haas Prob. mecânico 2
22 Nico Hulkenberg Force India Colisão 1
* Magnussen foi penalizado em 5 s por ter ultrapassado Kvyat passando por fora da pista e, com isso, baixou de 11.º para 12.º, trocando de lugar com o russo.

Agora, mal tempo há para descansar, pois o Mundial de Fórmula 1 segue já na próxima semana, com o G.P. do México. Onde haverá, certamente, uma enorme festa, pois a lotação do autódromo Hermanos Rodriguez, na Cidade do México, já está esgotada!
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.