Pesquisa
Bosch aponta o futuro para as cidades inteligentes
18:51 - 16-11-2016
2
Bosch aponta o futuro para as cidades inteligentes
Até 2050, estima-se que cerca de seis mil milhões de pessoas estarão a viver em cidades. Como tal, é preciso preparar esse futuro, aumentando a comodidade, a eficiência energética e a segurança, pensando em novos conceitos de mobilidade urbana e numa utilização sustentável dos recursos disponíveis. Esta evolução (que a dada altura terá que ser vista quase como obrigatória) vai transformar o conceito de cidade, que aos poucos irá evoluir para cidade inteligente.

E é precisamente a pensar neste futuro (que está cada vez mais próximo) que várias empresas se reuniram na Smart City Expo, em Barcelona, para apresentar e pensar em projectos capazes de melhorar a qualidade de vida nas cidades e reduzir de forma significativa os consumos de energia e os custos operacionais. Só para ter uma ideia, os especialistas garantem que 75 por cento da energia produzida globalmente é consumida pelas cidades, sendo que os edifícios são responsáveis por 40 por cento deste consumo.
Estima-se que até 2019 seja possível "cortar" cerca de 10 mil milhões com custos energéticos. Mas para que isto seja possível terão de ser tomadas medidas e adoptadas novas soluções.

E neste campo a Bosch tem sido uma referência. Juntamente com a FivePoint, a empresa alemã está a trabalhar para conectar a "The San Francisco Shipyard" (uma nova comunidade instalada onde costumava ser um estaleiro, daí o nome). Trata-se de um projecto que prevê a construção de 12 mil moradias e mais de 350 hectares de parques e espaços livres, bem como a criação de 5 milhões de metros quadrados de espaço comercial para pesquisa e desenvolvimento, espaços empresariais e cerca de 300 estúdios de arte. O objectivo da Bosch e da FivePoint é transformar este espaço numa cidade inteligente, com soluções para as casas e para a comunidade em si, aumentando a conectividade e a mobilidade.

Um dos serviços que está perto de ver a luz do dia é a app "Smart Community". Trata-se de um serviço que vai informar os residentes acerca da localização e horários em tempo real dos transportes públicos, bem como acesso a soluções de videovigilância inteligentes. Existem ainda planos para soluções de gestão eficiente de tráfego e edifícios inteligentes.

Outro dos projectos da Bosch está relacionado com a gestão inteligente de espaços de estacionamento. Juntamente com a Verband Region Stutthart (a autoridade regional de Estugarda para a mobilidade), a Bosch instalou cerca de 2 500 sensores recentemente e os resultados obtidos nos testes são bastante satisfatórios. Durante o mais recente teste, ao parar um veículo no estacionamento o sistema assumiu de imediato que o lugar passou a estar ocupado. De seguida, quando o veículo saiu do lugar, o sistema automaticamente assumiu que a vaga de estacionamento estava livre. Estima-se que este projecto entre em vigor no início de 2017.

Este tipo de iniciativas será cada vez mais comum, até porque o futuro assim o exige. Preocupações energéticas e de melhor aproveitamento do tempo estão na ordem do dia, e de facto uma tecnologia como a que referimos acima, de gestão inteligente de estacionamento, pode fazer grande diferença no que ao trânsito das cidades diz respeito. Ou não fosse a procura de lugares de estacionamento a causa de cerca de 30 por centro do tráfego urbano.
Faltam 300 caracteres
Não seria fantástico ter um aviso no painel de instrumentos que o alertasse para a existência de um buraco na estrada um pouco à sua frente?!
Cada vez se fala mais na condução autónoma, mas muitas vezes de uma forma mais do que indevida, apesar de haver normas técnicas e fronteiras claras que definem até onde chegam os "auxiliares de condução" e onde começam os sistemas autónomos.
A nova chave da Volvo tem vários truques na manga… Saiba quais são!
A Volvo acaba de desenvolver dois novos sistemas de segurança que usam a conectividade para fazer uma comunicação em rede com outros veículos.
Sobre Aquela Máquina
“Aquela Máquina” é um projecto transversal, que interessa a quem se interessa por automóveis. Tudo começou há mais de três anos com o nascimento da CMTV, antes de crescer para as páginas do suplemento Sport do Correio da Manhã. Mas como “parar é morrer”, queremos ir ainda mais longe e aqui estamos no Mundo Digital...

Estatuto Editorial - Lei da Transparência
Ficha Técnica
A mensagem Nónio
subscrever newsletter
Marketing Automation certified by E-GOI
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A.
Consulte a Política de Privacidade Cofina.
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.