Pesquisa
pub
Tome Nota
Director da VW preso pelo FBI, ainda pelo "Dieselgate"
17:36 - 10-01-2017
  2
Director da VW preso pelo FBI, ainda pelo "Dieselgate"Director da VW preso pelo FBI, ainda pelo "Dieselgate"Director da VW preso pelo FBI, ainda pelo "Dieselgate"
Director da VW preso pelo FBI, ainda pelo "Dieselgate"Director da VW preso pelo FBI, ainda pelo "Dieselgate"Director da VW preso pelo FBI, ainda pelo "Dieselgate"
Apesar do brilho do seu "stand" no salão de Detroit, com a apresentação do "concept" eléctrico I.D. Buzz, do SUV Atlas para o mercado americano e do novo Tiguan Allspace, a verdade é que as nuvens negras continuam a envolver a imagem da Volswagen nos Estados Unidos. Em especial depois da detenção, pelo FBI, de Oliver Schmidt que liderou o departamento de homologações da marca nos Estados Unidos, entre 2014 e Março de 2015.

Schmidt foi detido na Florida e presente a um tribunal em Miami, envergando já trajes de prisioneiro, acusado de fraude e conspiração por ter deliberadamente escondido das autoridades norte-americanas o "software" usado pela VW para enganar os testes de emissões, entre 2006 e 2015.

Fontes citadas pela agência "Bloomberg" avançam que outros altos dirigentes da VW, baseados na Alemanha, estarão na mira da justiça norte-americana para acusações semelhantes às feitas a Schmidt. E houve quem notasse a falta, numa apresentação de produto tão importante como a realizada em Detroit, do presidente do Grupo VW, Matthias Müller, ligando essa ausência a cautelas com as investigações em curso…

Oliver Schmidt é, concretamente, acusado de ter procurado convencer as autoridades norte-americanas de que a discrepância entre os resultados dos testes de emissões independentes e os valores anunciados pela VW se deviam a falhas técnicas, quando sabia perfeitamente da existência do "software" ilegal usado pela VW… Agora, ficará detido, pelo menos até à primeira audiência, na próxima quinta-feira.

Esta é uma notícia que aparece numa péssima altura para a marca alemã. Não só tenta recuperar algum brilho com uma forte presença no salão de Detroit, como está prestes a chegar a um acordo para colocar um ponto final a todas as acusações civis e criminais relativas ao chamado "Dieselgate" nos Estados Unidos que já lhe custos milhares de milhões de euros…
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
PUB
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.