Pesquisa
pub
Super Carros
Novo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempre
14:30 - 16-02-2017
  1032
Novo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempre
Novo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempreNovo 812 Superfast é o Ferrari de série mais potente de sempre
A Ferrari acaba de mostrar as primeiras imagens oficiais da sua nova "berlinetta" de 12 cilindros. Chama-se Ferrari 812 Superfast e é o modelo de produção em série mais potente da história da fabricante de Maranello (sem contar com o LaFerrari que é um modelo híbrido e construído manualmente que debita 963 cv de potência).

Este Ferrari 812 Superfast não só é o "herdeiro" natural do F12 mas também de uma longa tradição de motores de 12 cilindros que marcaram o início da fabricante de Maranello e que este ano cumpre o seu 70º aniversário. Recorde-se ainda que este será o último Ferrari a contar com um motor V12 atmosférico, uma vez que os futuros modelos já terão "ajudas" eléctricas.

Com apresentação marcada para Março, durante o Salão Automóvel de Genebra, este 812 Superfast vai contar com um novo motor V12 naturalmente aspirado de 6,5 litros (200cc maior face ao bloco que encontramos no F12 e no LaFerrari) que debita uns impressionantes 800 cv de potência e 718 Nm de binário máximo (80 por cento já está disponível às 3 500 rpm). Este (enorme) motor está acoplado a uma caixa automática de dupla embraiagem de sete velocidades inspirada no mundo da Fórmula 1 que foi optimizada para "oferecer" tempos de resposta ainda mais curtos.

Estes "números" permitem que este 812 Superfast acelere dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,9 segundos e que chegue até aos 340 km/h. São "números" idênticos aos que encontramos no F12tdf, que apesar de ser ligeiramente menos potente (780 cv) é mais leve.

Mas ainda que o facto de ser o Ferrari de produção mais potente de sempre seja o grande cartão de visita deste 812 Superfast, não significa que seja o único "trunfo" deste novo "Cavallino Rampante". É o primeiro Ferrari com direcção assistida eléctrica – EPS (Electric Power Steering) -, pensada para melhorar as prestações e para funcionar em conjunto com outros sistemas, tais como o Ferrari Side Slip Control (SSC) que encontramos em vários modelos da marca. Também vai contar com o sistema "Virtual Short Wheelbase 2.0 (PCV)", uma versão actualizada face à usada no F12tdf e que ajuda a aumentar a agilidade e a reduzir os tempos de resposta desta nova "máquina".

No que ao "design" diz respeito, podemos olhar para este 812 Superfast como mais do que uma simples evolução face ao desenho do F12, ainda que a forma e o tamanho sejam similares. Ainda assim, todos os painéis são novos e a linguagem adoptada é bastante mais agressiva do que a do seu antecessor.

Na dianteira o destaque vai para os novos grupos ópticos que marcam a estreia de uma nova linguagem da "casa" de Maranello, para a nova grelha dianteira e para o "capot" que conta com várias "saliências" e entradas de ar. Nas laterais, as linhas do F12 foram ainda mais acentuadas, garantindo uma continuidade até à secção traseira, onde encontramos um ligeiro spoiler em forma de "lábio" – frequentemente denominado por "lip spoiler" – e ainda assistimos a um regresso ao passado, já que a Ferrari apostou na tradição e recuperou a "imagem" dos quatro faróis redondos traseiros, tal como já tinha acontecido com o GTC4 Lusso. O "look" exterior só fica completo com este novo tom de vermelho, denominado "Rosso Setenta anni", que tal como o próprio nome sugere foi criado para celebrar os 70 anos da Ferrari e dos modelos V12.

A Ferrari ainda só divulgou uma foto do interior deste 812 Superfast, mas é possível perceber que não houve uma "quebra" radical face ao habitáculo do F12. Porém, é notório um novo volante e um novo tablier, elementos que ajudam a vincar a personalidade desta nova "berlinetta".
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
PUB
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres