Pesquisa
Ensaio
Guiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cv
15:35 - 13-01-2018
  100
Guiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cv
Guiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cvGuiámos o Alfa Romeo Stelvio 2.2 Turbo Diesel Super Q4 de 210 cv

A Alfa Romeo vem fazendo, há já uns anos, um esforço de renovação que significa a sua própria sobrevivência, mas já não bastava lançar novos e melhores produtos nos segmentos em que sempre brilhou. Agora, marca que queira atingir volumes e rentabilidades que lhe garantam o futuro não pode passar sem um SUV, até já os construtores de ultra-luxo o perceberam.

E foi assim que a marca italiana, aproveitando a plataforma competente da berlina Giulia, avançou para o Stelvio. Nome que vem do "Passo dello Stelvio", uma das mais belas e tortuosas estradas europeias, uma vintena de quilómetros com 60 curvas e contracurvas a descer (ou a subir…), ligando Stelvio a Bormio, em Itália.

DESIGN. Apesar da sua grande volumetria e de um "capot" numa posição aparentemente elevada (embora pague Classe 1 nas auto-estradas), o Stelvio tem uma linha que ostenta claramente o ADN da Alfa Romeo. O grande escudo da marca na grelha dianteira tornam-no inconfundível, embora obrigue à atípica solução de descentrar a placa de matrícula.

A linha de cintura elevada dá-lhe um ar robusto e disfarça a maior altura ao solo, necessária para um modelo que tem aspirações a passeios fora do asfalto. As cavas das rodas proeminentes contribuem também para o ar desportivo deste SUV, contando de série com jantes de 18’’ mas podendo receber, em opção, rodas até 20’’.

Por fim, a traseira conta com um vidro bastante inclinado, a reclamar o espírito desportivo que construiu a lenda da Alfa Romeo, mas constitui um volume "maciço", com os escapes bem integrados no para-choques traseiro. Um bloco a dar uma imagem de extrema robustez, apenas entrecortado pela elegância das ópticas traseiras que dão o toque de beleza italiana à zona posterior do Stelvio.

HABITÁCULO. A unidade do Stelvio que conduzimos era do nível de acabamentos Super e exibia um interior de montagem cuidada, com alguns revestimentos em madeira e outros materiais de alguma nobreza em várias zonas. Noutras, onde se mexe menos, havia materiais apenas normais. Mas a apresentação geral é muito boa e é até uma agradável surpresa para os antigos produtos da Alfa Romeo, mostrando um grande esforço para se aproximar da concorrência germânica.

O habitáculo não só é espaçoso como, para o condutor, é… descomplicado e isso é muito positivo para a condução. A coluna da direcção conta com gigantescas patilhas para acionar manualmente a caixa automática de 8 velocidades, o que quer dizer que estão sempre à mão, qualquer que seja a posição do volante. Os restantes comandos no volante são de utilização clara. Na consola central apenas existe um comando rotativo para controlar as funções que aparecem no ecrã central e o comando dos três modos de condução, o chamado "dna" (Dynamic, Natural e Advanced Eficciency).

Os bancos são confortáveis e seguram bem o corpo numa condução mais rápida. Atrás, há bastante espaço para pernas e nem a forma mais "coupé" da traseira da carroçaria chega a roubar espaço para a cabeça. A bagageira, cuja tampa tem funcionamento eléctrico, atinge uma volumetria de 525 litros, podendo chegar aos 1600 com o rebatimento dos bancos traseiros. Valores que ficam a meio dos da concorrência.

MOTOR. Estando a falar de um Alfa Romeo, a versão mais interessante das três propostas com o motor 2.2 turbodiesel é, obviamente… a mais potente! Ainda para mais as variantes de 150 e 180 cv apenas estão disponíveis com tracção traseira, enquanto a de 210 já tem tracção integral (pelo sistema que a marca designa por Q4), como deve ser num SUV que se preze.

Com injecção directa e turbo de geometria variável, este motor tem um funcionamento suave em baixas rotações mas, a partir das 1500 rpm, ganha um fulgor que o transforma num propulsor musculado e à altura dos pergaminhos da Alfa Romeo enquanto marca desportiva. Mesmo quando montado num carro cujo peso ultrapassa os 1700 kg! Os consumos é que não são tão optimistas quanto a marca anuncia mas, numa condução normal, conseguimos mantê-los na casa dos 7 l/100 km, o que é muito razoável para um automóvel destes.

AO VOLANTE. Quem compra um Alfa Romeo procura algo de muito específico, uma alma desportiva com décadas de muita história, mas que esteja actualizada para responder ao elevado grau de exigência. E o Stelvio mostrou-se um dos melhores SUV a nível dinâmico, sendo apenas batido, provavelmente, pelo Porsche Macan. O que não deixa de ser um elogio para quem enfrenta modelos como o Audi Q5, BMW X3 ou Jaguar F-Pace!

Com o selector de modos em Dynamic, a reacção de acelerador e caixa tornam-se muito mais rápidos e o Stelvio responde quase instantaneamente a todas as solicitações. Claro que convém lembrar que não estamos a falar de um desportivo baixinho, com o centro de gravidade junto ao chão, mas de um automóvel com 1,67 m de altura – já agora junte-se os 4,69 m de comprimento e 1,90 m de largura – que torna tudo mais difícil…

Mas há uma sensação de leveza no Stelvio – apesar dos 1734 kg é dos mais leves entre os concorrentes – que lhe permite abordar as curvas com aquele à-vontade, encaixando as transferências de massa sem grande adornar e mantendo a compostura. No limite até nos recorda que a Alfa Romeo voltou aos tempos dos tracções traseira, com ligeiro escorregar do eixo posterior. Uma diversão que se completa com o uso da caixa em modo manual, através das mega patilhas, pelo seu rapidíssimo funcionamento, permitindo até "duplas", ou seja, reduzir duas velocidades de uma vez só, numa travagem mais forte, para ter logo força na saída. 

Em ritmo de passeio, o nível de conforto também satisfez, bem como o grau de funcionalidade do Stelvio, exceptuando a visibilidade através do pequeno óculo traseiro, o preço apagar pelo estilo mais desportivo da carroçaria… O habitáculo mostrou-se bem insonorizado porque quase consegue abafar o som do motor Diesel que, cá fora, se revela algo ruidoso. Talvez seja de aperfeiçoar aquele interface entre o controlo central e o ecrã pois, no desejo de simplificar o mais possível, a simples tarefa de mudar de posto de rádio e ou de procurar um que não esteja nas seis memórias, torna-se uma distracção para a condução.

No final, a sensação de uma agradável surpresa e de que a Alfa Romeo, com a renovação do Giulietta, com as qualidades do Giulia, a aposta no Stelvio (que já está a mostrar a sua importância, no crescimento da produção da marca) e o plano de produto que ainda recentemente apresentámos, poderá vir a recuperar nos próximos anos a solidez e o papel que merece ter na indústria automóvel. Pela legião de fiéis admiradores que consegue ter, até em mercados como o norte-americano onde só agora está a entrar em força!

FICHA TÉCNICA

Motor: 2.2 Diesel, 4 cilindros
Cilindrada: 2.143 cc
Potência máxima: 210/3.750 rpm
Binário máximo: 470 Nm/1.750 rpm
Velocidade máxima: 215 km/h
0 a 100 km/h: 6,6 s
Consumo médio: 4,8 litros/100 km
Emissões CO2: 127 g/km

Preço: 57.800 €

Preço da versão ensaiada: 64.150 €

+ DINÂMICA. Usando a já elogiada base do Giulia, o Stelvio mostrou-se de uma agilidade surpreendente para um modelo tão alto, sendo bastante divertido de guiar em estradas sinuosas. Não é isso que (muitos) clientes Alfa Romeo procuram?...

- VISIBILIDADE. O formato do Stelvio faz com que o óculo traseiro seja pequeno e inclinado, limitando bastante a visão para trás. A solução é comprar a câmara traseira (300 € ou 600 € com sensores à frente e atrás) que até tem linhas que indicam a trajectória, mas a imagem desta é pequena e de fraca qualidade…

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.